ZÉ ELOI NETO

ZÉ ELOI NETO

Referência em ensino de qualidade para toda a região, o Unicerp não poderia ficar de fora do maior Festival de Cultura e Gastronomia do Cerrado. É isso mesmo! Entre os dias 25 a 28 de julho, a instituição marcará presença no evento com um stand exclusivo para receber seus convidados.

Quem for ao Festival está convidado a conhecer o espaço, desenhado para oferecer conforto e descontração.

Para a reitora do Unicerp, prof. Iêda Magalhães, é uma alegria estar presente neste evento que exaltará o potencial econômico e cultural de Patrocínio.

“Nós do Unicerp somos grandes incentivadores da riqueza cultural e gastronômica da nossa região e estar presente neste Festival nos possibilita fortalecer nosso compromisso com a comunidade. Acreditamos que eventos como este são fundamentais para promover o desenvolvimento regional e valorizar nossas tradições”.

Além de oferecer um ambiente acolhedor, o stand da Unicerp contará com diversas atividades interativas, apresentações e projeções relacionadas ao ensino. Os visitantes poderão conhecer mais a instituição, seus projetos e cursos oferecidos. 

( Cecilia Araujo / Comunicação Unicerp )

A Região do Cerrado Mineiro (RCM), pioneira na Denominação de Origem (DO) para café no Brasil, enfrenta um problema comum entre as regiões que atingem notoriedade e fama: o uso indevido da Denominação “Cerrado Mineiro”, o que pode comprometer a reputação da Região, prejudicando consumidores e produtores.

É considerado uso indevido ou uma infração às normas da Federação dos Cafeicultores do Cerrado toda embalagem, seja de café verde, cafés industrializados (torrado e moído) que comunica a denominação “Cerrado Mineiro” sem que o lote de café tenha passado pelo processo de certificação de origem e qualidade da Região do Cerrado Mineiro, que possui o registro de Denominação de Origem assegurado pelo INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial. A Federação é a entidade que regula a norma de utilização do nome “Cerrado Mineiro”, que fica atrelada ao processo de certificação de origem, tendo a comunicação obrigatoriamente ser acompanhada do Selo de Origem, que é o que garante a origem e qualidade. 

“Se um café está comunicando em sua embalagem “Cerrado Mineiro” mas não passou pela certificação da Federação, quem garante que a procedência dele de fato é o Cerrado Mineiro? E mais: quem garante a qualidade mínima necessária e o processo de produção deste café?”, questiona Juliano Tarabal, diretor executivo da Federação.

Campanha inédita

Para combater essa prática, a RCM lançou uma campanha inovadora: "A verdade é rastreável – promovendo o autêntico Cerrado Mineiro". A iniciativa visa conscientizar a  cadeia envolvida no café e a população sobre a importância de consumir cafés autênticos e reforçar o valor do selo de origem controlada do café da Região. 

A campanha também busca informar produtores, cooperativas, exportadores, torrefadores e consumidores nacionais e internacionais sobre a nova política da Denominação de Origem e seus benefícios, ampliando o controle e a rastreabilidade da origem do café do Cerrado Mineiro. Além disso, promove a valorização do café certificado com o selo de DO, tanto no mercado nacional quanto internacional, gerando engajamento e sentimento de pertencimento entre os produtores e demais stakeholders.

Tarabal explica que, desde 2013, o Selo de Origem e Qualidade atesta que o lote comercializado possui a certificação de Origem e Qualidade da Região do Cerrado Mineiro, conforme os requisitos estabelecidos no processo de produção. "Infrações existem e são frequentes com cafés industrializados se referindo à origem de forma inadequada e sem o selo da RCM. Compreendemos que ainda existam casos assim, pois o processo de Indicação Geográfica (IG) ainda é novo no Brasil, o mercado ainda está em aprendizagem em relação à utilização da origem controlada. Portanto, queremos estar cada vez mais próximos dos diferentes elos da cadeia para orientar. A campanha representa um esforço para garantir que os consumidores recebam produtos de qualidade e origem certificada, combatendo as infrações e fortalecendo a confiança no café do Cerrado Mineiro", destaca.

De acordo com o presidente da Federação dos Cafeicultores do Cerrado, Gláucio de Castro, os produtores da região enfrentaram desafios para cultivar um café genuíno e inigualável em uma terra antes desacreditada para a cafeicultura. "Desde o início, havia o temor de que a qualidade desse café, resultado de um comprometimento histórico e de condições geográficas e climáticas ideais, pudesse ser comprometida. Para proteger essa trajetória, os produtores se organizaram, criaram uma marca com mais de 52 anos, delimitaram o território e conquistaram a Denominação de Origem", conta Castro.

Para ele, a campanha marca um avanço na luta contra fraudes, garantindo que os consumidores possam desfrutar de um café genuíno, com origem e qualidade certificadas, além de valorizar o trabalho dos produtores que seguem os requisitos necessários para a certificação. "A autenticidade dos cafés do Cerrado Mineiro precisa ser protegida e é uma responsabilidade coletiva garantir a qualidade e a história dos cafés da Região”, afirma Gláucio.

Em nível internacional, por exemplo, a Região de Champagne, famosa Denominação de Origem para espumantes na França, já passou por problemas de infração de uso indevido no Brasil, há cerca de 20 anos, quando vinícolas brasileiras comunicavam a denominação “champagne” em suas garrafas de espumante, o que é ilegal, pois apenas podem ser denominados champagne espumantes produzidos na Região de Champagne na França e que sejam certificados pelo Conselho Regulador da Champagne. Estima-se que na Europa, o prejuízo causado pelo uso indevido das Denominações de Origem Europeias pode chegar a cerca de 4 bilhões de euros por ano, segundo informações do setor de Propriedade Intelectual da União Europeia.

Dinâmica

A campanha conta com a participação de personalidades renomadas no mercado, como cafeicultores, exportadores de café, torrefadores e consumidores de café especial, todos referências na Região do Cerrado Mineiro. A divulgação inclui redes sociais, áudios e vídeos, materiais impressos como banners e outdoors, totens e diversos materiais promocionais, como camisetas, copos térmicos e bottons.

Importância da Denominação de Origem

A Denominação de Origem (DO) é um selo de qualidade que identifica produtos originários de uma região específica e que possuem características singulares e diferenciadas, resultado de fatores geográficos, climáticos e culturais. No caso dos cafés da Região do Cerrado Mineiro, essa certificação garante que o produto foi cultivado e processado na área dos 55 municípios da Região e por um dos 4.500 produtores, obedecendo a padrões rigorosos de qualidade, sustentabilidade e garantindo a rastreabilidade. 

Para aumentar a oferta de cafés com Denominação de Origem no mercado, uma nova Política de Denominação de Origem foi desenvolvida e estabelece que todos os cafés que atingirem pelo menos 80 pontos e passarem pelas cooperativas serão certificados.

"Essa é a qualidade mínima exigida para garantir a Denominação de Origem. Levando em conta esse novo posicionamento, nossa expectativa é colocar no mercado, na safra 2024/2025, entre 600 e 700 mil sacas de café. Sairemos de 115 mil sacas na última safra para 600 mil, um aumento exponencial suficiente para atender a demanda do mercado global, para o qual temos mapeados a utilização da Origem Cerrado Mineiro em 44 países por mais de 700 marcas”, explica Juliano Tarabal.

( Assessoria )

Z•E•N

Neste domingo (21), os contribuintes brasileiros alcançam a cifra de R$2 trilhões em pagamentos de impostos, taxas, contribuições e afins, destinados ao governo em 2024, indicam as informações do “Impostômetro” fornecidas pela Associação Comercial de São Paulo. 

De acordo com o governo Lula (PT), somente no mês de maio, a arrecadação oficial chegou a quase R$203 bilhões. No entanto, as contas públicas apresentaram um déficit de R$61 bilhões.

A associação indica que os tributos que mais geraram receita para o governo federal foram o “Imposto de Importação”, “Imposto de Renda” e “ICMS”.

Este ano, o cidadão brasileiro precisou trabalhar 149 dias apenas para pagar os impostos cobrados pelo governo. 

São Paulo é a unidade da federação que mais contribuiu com a fortuna de impostos até o momento: mais de R$715 bilhões, 37,4% do total, apurou o site Diário do Poder.

Neste domingo (21) em Patrocínio, por volta das 14h18min, a Polícia Militar foi acionada via sala de operações, onde o solicitante relatou que seu irmão, 44 anos, havia desaparecido desde o dia 21/06/2024 onde foi visto pela última vez no bairro Serra Negra.

O solicitante localizou o irmão, neste domingo (21/07), em uma área de preservação permanente, situada perto do desativado frigorífico Dourados, ao lado do rio Dourados, em avançado estado de putrefação.

A perícia compareceu no local, realizou os trabalhos técnicos e não identificou sinais de violência no corpo, o qual foi liberado para funerária de plantão.

A Polícia Militar compareceu no local e registrou os fatos. 

( Agência Local de Comunicação Organizacional 46ºBPM )

Z•E•N

Em ofício direcionado ao M1OL, o presidente do PT de Patrocínio, João Batista Dias, o Joãozinho Corredor, informou a realização da convenção conjunta da Federação (união dos partidos PT e PV em Patrocínio).

A movimentação política acontece no próximo domingo (28), a partir das 9h, na sede administrativa, localizada na Av. José Elói dos Santos, 550, Bairro Constantino.

A convenção vai homologar a coligação partidária da Federação, bem como as candidaturas majoritárias e proporcionais, dando números e nomes para a urna, dentre outras deliberações. 

A Federação tem como candidatos a prefeito e vice a professora e ativista política Bianca Soares e o eletricitário aposentado José Henrique.

Se você é filiado ou simpatizante, cola lá..!

Neste domingo (21) em Patrocínio, por volta das 19h50min, a Polícia Militar recebeu uma solicitação via 190 relatando um forte odor vindo de uma residência na Rua Afonso Paulo Pires, Bairro Serra Negra. 

O solicitante informou à equipe que o proprietário não era visto há dias. 

A Polícia Militar encontrou a porta da casa aberta e, ao adentrar, localizou um cadáver em avançado estado de decomposição com sinais de violência, como afundamento craniano e vestes com marcas de sangue. 

Havia também marcas de sangue nas paredes, chão, travesseiro e roupas de cama, além de uma marreta e um pedaço de madeira com vestígios de sangue. Todo o material foi recolhido e entregue na Delegacia de Polícia Civil. 

Próxima à vítima, localizou-se uma pequena porção de maconha. A identificação do cadáver não se mostrou possível devido ao estado de decomposição e aos ferimentos infligidos. 

A perícia foi acionada e realizou os trabalhos técnicos e liberou o corpo para a funerária de plantão. 

A Polícia Militar segue em diligências com o fim de identificar a vítima e a autoria do crime.

QUALQUER INFORMAÇÃO PODERÁ SER REPASSADA ATRAVÉS DOS CANAIS 190 OU DISQUE DENÚNCIA 181. 

( Agência Local de Comunicação Organizacional 46°BPM )

PEQUENO EXPEDIENTE:

Leitura da mensagem bíblica (vereadora Raquel Rezende);

Chamada inicial dos Vereadores;

Discussão e aprovação das atas da 2ª Reunião Extraordinária e 23ª reunião ordinária, realizadas nos dias 11 e 16 de julho de 2024;

Leitura de correspondência e comunicações;

Apresentação SEM DISCUSSÃO de proposições e encaminhamento às Comissões permanentes para emissão de parecer:

Processo de Lei nº 905/2024 – Autoriza a redução da jornada de trabalho dos servidores públicos municipais que sejam pais ou responsáveis por crianças portadoras de Transtorno do Espectro Autista (TEA) (autor: ver. Ricardo Balila).

Processo de Lei nº 906/2024 – Denomina de Radialista Renato Oliveira o logradouro público localizado no Povoado de São Benedito, município de Patrocínio/MG (autor: ver. Ricardo Balila).

Processo de Decreto Legislativo nº 64/2024 – Dispõe sobre a concessão de título de cidadão honorário ao Pastor Moisés Pereira Pinto (autor: ver. Pr. Alaércio Rodrigues Luzia).

ORDEM DO DIA

1ª (PRIMEIRA) DISCUSSÃO E VOTAÇÃO:

Processo de Lei nº 880/2024 – Institui o Dia Municipal do Jazz no município de Patrocínio-MG (autora: Vereadora Eliane Nunes)

DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICA:

– Indicações nº 2196 a 2200/2024

– Moção de Aplausos nº 595/2024

INDICAÇÕES DIRIGIDAS AO PREFEITO MUNICIPAL

Vereador Ricardo Balila

nº 2196/2024 – solicitando a secretaria competente a colocação de estacionamento transversal na av. que liga o bairro Morada Nova com o bairro Jardim Ipiranga, na Alameda dos Pinheiros;

nº 2199/2024 – solicitando a redução da carga horária dos servidores públicos municipais para 20 horas semanais, aos pais que tem filhos autistas;

nº 2200/2024 – solicitando a colocação de um redutor de velocidade na Av. Rui Barbosa, em frente ao Bar Ponto 100.

Vereadora Eliane Nunes

nº 2197/2024 – solicitando a instalação de quatro quebra-molas/lombadas ao longo da estrada que sobe sentido à comunidade Malhadouro, logo após a ponte do Rio Salitre;

Vereador José Roberto dos Santos

nº 2198/2024 – solicitando junto a SESTRAN a sincronização entre os semáforos e a regulagem do tempo de cada um;

– VERIFICAÇÃO DE PRESENÇA

GRANDE EXPEDIENTE

- Sr. Ronaldo Correia de Lima – Superintendente Geral do Daepa – falar sobre a qualidade da água oferecida à população.

Patrocínio-MG, 22 de julho de 2024. 

Leandro Máximo Caixeta / Presidente

Na data de 12 de julho de 2024, foi registrada uma ocorrência de roubo consumado a propriedade rural em Monte Carmelo, sendo subtraído 1.500 sacas de café, celulares e um veículo Fiat Strada.

Em continuidade aos incessantes rastreamentos, na data de 13/07/24, foi recuperada praticamente toda carga de café roubada e o veículo Fiat Strada, bem como apreensão de duas carretas usadas para o transporte da carga roubada e a prisão de 03 autores envolvidos no crime.

Ato contínuo, a Polícia Militar em ação conjunta com a Polícia Civil,  na pessoa da Dra. Camila Fajioli e equipe, deram continuidade aos levantamentos e busca de informações

Neste domingo, 21/07, por volta das 12h00 foi desencadeada uma operação para dar cumprimento a três Mandados de Prisão de indivíduos envolvidos na Organização Criminosa que praticaram o crime. 

Os autores, 41, 39 e 29 anos foram presos nos bairros Jardim Sul, Enéas e Marciano Brandão, em seguida foram conduzidos até a Delegacia Civil juntamente com a quantia de R$400,00 e dois celulares apreendidos. 

( Agência Local de Comunicação Organizacional 46°BPM )

Na sexta-feira (19) em Monte Carmelo, por volta das 21h54min a Polícia Militar foi acionada pelo SAMU, para comparecer até a Rua Dimas Rezende Monteiro, Jardim Oriental, onde haveria uma vítima de disparos de arma de fogo.

A vítima, do sexo masculino, 20 anos, foi identificada e socorrida até o pronto socorro por familiares, porém, chegou à unidade de emergência, já sem vida. 

Ele possuia passagens por diversos crimes e, inclusive, foi autor de um homicídio no ano de 2020. 

Após maiores informações sobre o crime, foi constatado que a vítima trabalhava como entregador em um estabelecimento comercial. Os autores teriam feito um pedido no referido comércio para que a vítima entregasse.

Sendo então que ao chegar ao local da entrega, teria sido surpreendido e alvo de disparos de arma de fogo e os os autores teriam evadido tomado rumo ignorado. 

O acionamento da Polícia Militar foi feito pela unidade do SAMU ao chegar no local e constatar os fatos. 

A Polícia Militar  segue em intensos  rastreamentos no intuito de identificar e localizar os autores. 

( Agência Local de Comunicação Organizacional 46°BPM )

Z•E•N

Nas Eleições deste ano, os candidatos ao Executivo e ao Legislativo rangeliano vão disputar o voto de 64.251 eleitores, registra o TRE/MG.

Segundo as informações, as mulheres são maioria, representando 51% do eleitorado patrocinense, contra 49% do público masculino. 

De acordo com o levantamento, o público entre 45 e 59 anos representa a maior parte do eleitorado local, com 17.133 eleitores, seguido pela faixa etária de 35 a 44 anos (12.968 eleitores) e 25 a 34 anos (12.931 eleitores).

Para as pessoas cujo voto ainda é facultativo, os jovens de 16 e 17 anos, são esperados 381 eleitores no dia da votação.

Ainda com base nos dados do TSE, a maior parte do eleitorado patrocinense é representada por eleitores que terminaram o ensino médio (27,49%), seguida de pessoas que não terminaram o ensino fundamental (26,3%). 

Os eleitores que têm ensino superior completo representam 14,08% do eleitorado local. Além disso, 49% dos cidadãos aptos a votar em Patrocínio são solteiros, enquanto 41% são casados.

Para contextualizar ainda mais a informação, é bom lembrar que nas Eleições Municipais de 2020, Patrocínio somava 52.480 eleitores.

Naquela oportunidade, foram registrados 48.538 votos válidos.

Já nas eleições de 2022 a terra rangeliana registrava 58.768 eleitores. 

Em 2020, os 35 vereadores mais bem votados foram. 

Chiquita (2.701 votos)*

Wellington Mamazão (2.373 votos)*

Thiago Malagoli (2.162 votos)*

Valtinho (1.917 votos)*

Raquel Rezende (1.852 votos)*

Adriana de Paula (1.785 votos)*

Professor Alexandre (1.399 votos)*

Pastor Alaercio (1.238 votos)*

Leandro Caixeta (1.192 votos)*

Eliane Nunes (1.098 votos)*

Professor Natanael (1.025 votos)*

Ricardo Balila (1.011 votos)*

Odirlei Magalhães (940 votos)*

Carlão (912 votos)*

José Roberto Salitre (911 votos)

Neuza Mendes (904 votos)

Dr Ari (897 votos) 

Roni Reis (890 votos)

Dr Marco Antônio (810 votos)

Roberto Margari (792 votos)

Alcides Dornelas (777 votos)

Paulinho Peúca (763 votos)

Renatinho do Salão (670 votos)

Panxita (648 votos)*

Chokito (646 votos)

Do Carmo da Autoescola (600 votos)**

Oswaldo Rodrigues (580 votos)

Rogerio Nelis (573 votos)

Eduardo Arantes (562 votos)

Professor Cláudio Alcântara (504 votos)**

Caio Veloso (494 votos)

João Grandão (434 votos)

João do Mané (402 votos)

Professor Renato (391 votos)  

Romão do Salitre (390 votos)

Please publish modules in offcanvas position.